Sobrancelhas-tudo-sobre-elas

Sobrancelhas: tudo sobre elas !

Existem muitas causas que levam à perda das sobrancelhas ou madarose:

  • Degeneração senil (idade)
  • Dermatite Seborreica
  • Alopecia Areata
  • Outras Doenças Autoimunes (A Areata é multifatorial por isso está separada das outras doenças autoimunes)
  • Hanseníase
  • Hipotireoidismo
  • Dietas e má nutrição em geral
  • Quimioterapia
  • Arrancamento excessivo com pinças e cera
  • Manipulação excessiva com tintas e maquiagem

No dia a dia as consultas mais frequentes no Instituto do Cabelo são as lesões traumáticas com pinça e os exageros na alteração do traçado, o desequilíbrio emocional com stress, falta de sono e as dietas excessivas principalmente nas mulheres e adolescentes do sexo feminino.

Atendemos no Instituto do Cabelo muitos casos de Alopecia Areata e acho muito interessante que as crianças afetadas por esta moléstia sentem mais a perda das sobrancelhas do que a perda dos cabelos. O rosto fica sem definição e isso as faz parecer extraterrestres o que incomoda e as destaca dos outros.

Em que diferem os pelos do couro cabeludo e da sobrancelha?

Na duração da fase anágena!

O pelo tem 3 fases em sua vida: anágena, catágena e telógena

  • Fase anágena é a fase de crescimento que dura até 5 a 7 anos. É a fase fundamental para cultivar uma vasta cabeleira. Quanto mais tempo o fio ficar nesta fase, mais longo ele será! Aproximadamente 85 % dos fios de qualquer cabeça estão nesta fase!
  • Fase catágena é a fase intermediária que dura algumas semanas quando o fio se desprende e começa a migrar para a superfície do couro cabeludo.
  • Fase telógena é a fase de repouso do folículo que dura até 4 meses.

Quando o processo terminar haverá produção de um novo fio e isto vai empurrar o cabelo ” velho ” para fora do couro cabeludo. Isto é a fase de queda ou ” shedding “, em inglês. Aproximadamente 15 % do cabelo de qualquer cabeça está nesta fase.

Cabelos

  • Fase anágena: 2 a 7 anos
  • Fase catágena: 2 a 3 semanas
  • Fase telógena: 3 meses

Sobrancelhas

  • Fase anágena: 4 a 7 meses
  • Fase catágena: 3 semanas
  • Fase telógena: 9 meses

A principal diferença dos fios da sobrancelha é justamente na duração da fase anágena: ela é muito curta, em torno de poucos meses em comparação com os anos do crescimento dos fios do couro cabeludo. Ou seja, o fio de cabelo fica crescendo durante anos antes de cair, o fio da sobrancelha cresce e cai RÁPIDO. Não tem a possibilidade de ficar comprido.

Em relação à taxa de crescimento dos diferentes pelos do nosso corpo:
O cabelo cresce em média 0.34 mim por dia e o pelo da sobrancelha e cílios crescem 0.16 mim por dia.

Após arrancamento, o fio de cabelo demora em média 112 dias para se regenerar e o fio da sobrancelha e cílios, 56 dias.

Em relação ao embranquecimento dos fios da sobrancelha, a situação é a mesma dos fios de cabelo.
A genética e a hereditariedade são preponderantes nestes casos. Há grupos familiares em que eles tradicionalmente aparecem muito precocemente e em outros grupos nem tanto. A média geral de canície é iniciar-se aos 30 ou 35 anos.

Mencionando novamente as características étnicas, os caucasianos começam a notar a canície mais cedo do que os asiáticos: a média de idade para canície neste último grupo é 45 anos e nos afros americanos, em torno de 50 a 55 anos.

À medida em que ficamos mais velhos, os melanócitos que existem nos folículos pilosos deixam de produzir o pigmento melanina, que dá cor aos fios. Aí ocorre o embranquecimento ou canície. NÃO há tratamento ou interrupção deste processo.

Existem situações de stress e mesmo de doenças graves em que determinadas regiões da cabeça e sobrancelhas ficam ” brancas ” rapidamente e, isso pode ocorrer de uma maneira global ou acometer só uma região das mesmas, dando aspecto de mechas. Isso não é reversível.

Normalmente as sobrancelhas embranquecem no mesmo ritmo do cabelo, só que como são menos fios, a impressão é que elas ficam brancas após o cabelo. Os fios brancos são mais visíveis no couro cabeludo ao lado ou em cima de outros ainda escuros.

Claro que há exceções: genética é responsável.

Os indivíduos asiáticos têm menos fios de cabelo em geral: cabelos, pelos e principalmente sobrancelhas e isso foi mapeado e ligado há algum tempo a uma mutação genética: EDAR370A. Esta mesma mutação os fez ter mais glândulas produtoras de suor também, se bem que este suor não cheira… A maior produção de suor promove uma melhor regulação da temperatura corporal, uma evolução da raça.

O assunto do momento é o “esgotamento ” de pelos nas sobrancelhas: se a pessoa tira os pelos excessivamente ou repetidamente, vai acabar com poucos fios? Resposta definitiva: SIM. O ato de tirar o fio com pinças vai lesando os folículos e, com o passar do tempo, o folículo vai parar de produzir um novo fio. Como a região tem poucos fios, a falta de folículos e fios será percebida mais rapidamente que no couro cabeludo. Não há regra para saber em quanto tempo isso vai ocorrer. Isso vai depender da extensão da lesão provocada por estes processos traumáticos. A depilação com cera, o uso de tintas, esfregar a região para retirar maquiagem, tudo isso colabora para a pessoa ficar com menos fios na sobrancelha.

Em relação à tratamento para a Madarose, Evitar as causas de lesão ajuda bastante.
Podemos, com ajuda de alguns métodos (eletro estímulo, ionização) e medicamentos, vitaminas e tônicos, melhorar o aspecto e número de pelos das sobrancelhas, mas, o melhor mesmo, se você quiser ter uma sobrancelha linda, é deixá-la sossegada, crescendo em paz. De vez em quando, pode até tirar alguns pelos, mas sem exagerar.

Dra Marcia Cecilio
Médica Imunologista e Tricologista
Diretora Científica do Instituto do Cabelo – São Paulo